E chegou o tão esperado Halving do Bitcoin!

Na última segunda feira, ocorreu o tão esperado Halving do Bitcoin. Um evento raro que só acontece de quatro em quatro em quatro anos, onde a mineração da criptomoeda é reduzida pela metade. 

A expectativa é de que em breve a moeda sofra um novo Boom, e obtenha um impacto positivo em seu valor de mercado. No entanto, analistas do InfoMoney alertam que os investidores precisam tomar cuidado com a volatilidade no curto prazo.

Mas a expectativa é realmente a que sempre tivemos em relação ao evento. Com a redução da oferta em 50%, a demanda não só se manterá, como continuará aumentando, o que tecnicamente fará com que o valor do Bitcoin aumente também. Esse movimento faz com que a moeda se torne deflacionária.

Além de todas as informações técnicas que possuímos para acreditar em uma nova alta do Bitcoin, podemos também considerar os antigos eventos Halvings, que foram bastante positivos. Apesar de atingir o pico apenas 1 ano após o Halving, em 2017 tivemos o preço que foi considerado até então a sua máxima histórica, com a cotação da criptomoeda saltando de U$700,00 para U$20.000,00.

Como o Coronavírus pode ajudar na valorização do Bitcoin?

A longo prazo, o cenário é ainda melhor. A crise econômica global causada em decorrência do novo coronavírus, vem fazendo com que muitos investidores olhem para o Bitcoin de uma maneira diferente. 

O novo Coronavírus promete mudar nossas vidas daqui pra frente. O que torna a adoção de moedas digitais para a realização de transações e movimentações financeiras mais aceitável, ajudando a reduzir o contato físico e fazer com que o vírus volte a se espalhar novamente no futuro. 

Mantenha-se atualizado! Fique ligado em nossos conteúdos em nosso blog, e siga-nos nas redes sociais.